Buscar
  • amppespadm

Secretários abordam as prioridades do Governo do Estado para 2021

Plano Estadual de Imunização, recuperação de estradas vicinais, além de investimentos em

capacitações voltadas ao uso de ferramentas tecnológicas e ações voltadas à recuperação

da economia devem ser os destaques do período.


Como já é de se esperar, as prioridades para o ano de 2021 envolvem principalmente ações

relacionadas ao combate à disseminação e à vacinação contra o Covid-19. Marco Vinholli,

secretário de Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo, falou durante o encontro

de gestores via videoconferência e destacou a criação do Plano Estadual de Imunização,

projeto que deve ser discutido no dia 06 de janeiro com os prefeitos eleitos. “Os municípios

terão um papel muito relevante em 2021, que será um ano de investimentos importantes

para o interior de São Paulo, que terá como carro chefe o programa de recuperação das

estradas vicinais, para permitir um escoamento de produção ainda melhor para todo o

Estado de São Paulo”, pontuou.


A tecnologia a favor do desenvolvimento


A pandemia causada pelo Covid-19 levou o mundo a se fechar para as atividades

presenciais e, com isso, temos acompanhado a grande expansão das plataformas digitais,

que hoje são essenciais para a manutenção do relacionamento e das vendas para os

grandes e também pequenos empreendedores. Sendo assim, quem se adapta mais

rapidamente acaba tendo uma recuperação mais significativa do seu negócio.


Como toda adaptação tem os seus desafios, é importante que os municípios fiquem atentos

ao oferecimento de capacitações e à integração dos setores econômicos de suas regiões

aos novos modelos de negócios que são impulsionados pelo mundo digital. A secretária de

Desenvolvimento Econômico, Patricia Hellen, destacou algumas iniciativas de sua pasta

para contribuir com a diminuição da desigualdade com relação à tecnologia, que ela pontua

como sendo uma questão essencial para aumentar os índices de empregabilidade. “O

desafio é garantir que as desigualdades não sejam ampliadas e o engajamento dos

prefeitos para promover a inclusão à tecnologia, integrando as suas cidades aos programas

de requalificação profissional, garante o suporte necessário para que as pessoas possam

se valer das ferramentas virtuais para manter as suas atividades produtivas em pleno

funcionamento, mesmo em tempos de pandemia, o que é possível por meio de recursos

como o comércio online, dentre outras soluções que a tecnologia disponibiliza”.


Como ocorre com o meio imobiliário, por exemplo, que possui mais de dois milhões de

profissionais no estado de São Paulo. O setor teve as visitas presenciais modificadas para tours virtuais, que hoje são responsáveis por encantar e ajudar os clientes na tomada de

decisão. “O Estado vem criando formas de interagir e auxiliar no desenvolvimento dos

setores e é preciso que os municípios se envolvam e participem deste processo de

mudança. A Vitrine do Artesanato Paulista é um exemplo de plataforma virtual que apoia os

artesãos nesse processo”, disse Patrícia.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Temos muitas decisões a serem tomadas em torno da gestão dos reflexos da Covid-19 no Brasil e muitas delas dependem do entendimento e do planejamento dos municípios para que possam executar processos